Pluie froide d'hiver

12:45:00



É sempre assim,
nas frias chuvas de inverno.
Que dói...
Em que o choro se torna eterno

Em que tenho lembranças doces,
que escorrem em forma de lágrimas.
Que me lembra um certo anjo,
que cuidava de minha alma.

Anjos aparecem, e se vão...
Mas quando se vão deixam um vazio imenso,
para lembrarmos o quanto são importantes...
São únicos.

Ele é um anjo...
Que me encontrou, não sei como...
Não sei onde, nem porque...
Só me encontrou.

E se for...
Vai doer como agora dói...
Como a fina chuva de inverno...
Congela minhas lágrimas.



-Daiane C Silveira

You Might Also Like

4 comentários

Estarei respondendo em breve ♥

About me

Todos os textos assinados com "Daiane C Silveira", são escritos por mim, assim sendo, não podem ser copiados a menos que se identifique o autor.
Não copie isso é CRIME!

TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DA PÁGINA

CRÉDITOS

Algumas imagens aqui utilizadas não são de minha autoria. Nesse momento: A imagem da página contato, e o layout. O autor do template consta no rodapé, e o autor da fotografia não encontrei o nome para dar-lhe o devido crédito.
-Daiane C Silveira