Os estragos que são feitos com um cartão e a vontade insana de comprar algo

18:33:00




Normalmente sou bem centrada quando a questão é comprar. Sempre tenho meus gastos calculados e planejo bem algo antes de comprar, mesmo que doa no coração esperar para se ter algo que quer, no final é até mais prazeroso do que querer e comprar por impulso.
Bem vou compartilhar com vocês algo que fiz sem pensar e "deu ruim". Sim, se eu tivesse esperado e visto mais o produto que iria comprar talvez não ficasse tão decepcionada com o que descobri depois, quando comecei a usar.
Estava olhando há alguns meses um tablet, que só comecei a querer comprar pela questão leitura, aí você pode perguntar :"Mas porque você não comprou um Kindle?"
Porque na época que eu estava a procura do tablet além da função ler tinha uma segunda intenção: Tinha que ter o sistema operacional Android para eu poder ter uns aplicativos de edição de imagens e jogos que eu não teria no meu celular Windows Phone porque tudo chega por último lá.
Bem ok, estava procurando um tablet e achei um branco super fofo de 7 polegadas e com um preço razoável, nem tão caro e nem uma pechincha. Ele tinha 8 gb de memória interna e entrada para cartão de memória, o processador não era aquela coisa mas achei que dava para o básico que eu queria.
Bom, eu ia esperar até o mês seguinte para comprar o tablet, porque a conta do cartão iria vir meio alta se eu o comprasse aquele mês, mas me deu uma certa compulsão em comprar aquele tablet e eu nem via mais outra marca ou pesquisava outro, tinha que ser aquele e logo.
Foi então que comecei a mais ou menos 2 vezes ao dia abrir a página da loja e namorar aquele tablet que era o dos meus sonhos.
Depois de aproximadamente 3 dias nesse namoro, decidi comprar o tablet em suaves parcelas no cartão, afinal eu não podia esperar para tê-lo em minhas mãos e jogar Bubble Witch.
Junto com o tablet comprei um cartão de memória de 32 gb afinal a memória interna teria de ser expandida para eu poder ter todos os aplicativos que eu quisesse. Depois de um tempo o lindinho chegou em casa e nem esperei para baixar alguns aplicativos mais cotados no meu coração.
A decepção veio mais ou menos uma semana depois, quando chegou meu cartão de memória. Eu acreditava que a memória interna de todo e qualquer dispositivo que utilizasse a plataforma Android poderia ser expandida com cartão de memória, pois eu tive um celular super simples e eu podia fazer isso com ele, porém meu tablet não tem essa função, não posso instalar os aplicativos direto no micro sd, só na memória interna, aquela que tem 8 gb e não cabe quase nada, só as atualizações dos aplicativos nativos em um tempo consumiriam esse espaço por isso decidi desabilitar as atualizações e usar a maioria deles no modo primitivo. Isso fez com que meu investimento em um cartão de memória de 32 gb fosse quase em vão (a não ser pelo fato de eu colar nele todas as músicas do meu notebook).
A outra decepção veio quando tentei instalar alguns aplicativos na loja do Google e para minha surpresa a maioria dos que eu queria estavam indisponíveis para a minha versão do Android, tinha me esquecido que o Android não atualiza automaticamente como no Windows Phone e me ferrei.
Esqueci também o quanto o Android trava Senhor!
Como o Windows Phone e IOS são bem mais estáveis e quase imunes a malwares são plataformas mais fluidas e sem aquela frescura de tal coisa não responde e fechar o aplicativo e etc. São raros os casos que isso acontece, mas no Android é frequente, e tive que me lembrar disso.
Também teve a parte falha minha por não pesquisar uma função crucial em qualquer dispositivo hoje em dia: Bluetooth. Ele não possui essa tecnologia de ponta, tive que mandar arquivos no meu e-mail para mim mesma para poder fazer downloads deles no tablet.
Bom a função ler está ok por enquanto, e a função Bubble Witch também, mas todo o resto que eu esperava não aconteceu.
Eu deveria ter esperado, pesquisado mais tablets e ver as funções do Kindle para então decidir.
E o problema é vou ter que amá-lo do jeito que ele é cheio de falhas mesmo, e eu o amo, até porque a função principal ele está cumprindo muito bem. E até porque não pretendo comprar um outro tablet tão cedo.
Moral da História: Sempre pesquise muito o que você quer comprar, não compre por impulso, se puder conheça alguém que já comprou o mesmo produto e pergunte da experiência dessa pessoa com ele.

-Daiane C Silveira

You Might Also Like

2 comentários

Estarei respondendo em breve ♥

About me

Todos os textos assinados com "Daiane C Silveira", são escritos por mim, assim sendo, não podem ser copiados a menos que se identifique o autor.
Não copie isso é CRIME!

TOTAL DE VISUALIZAÇÕES DA PÁGINA

CRÉDITOS

Algumas imagens aqui utilizadas não são de minha autoria. Nesse momento: A imagem da página contato, e o layout. O autor do template consta no rodapé, e o autor da fotografia não encontrei o nome para dar-lhe o devido crédito.
-Daiane C Silveira